fbpx

Como funciona o Internato no curso de Medicina no Paraguai

Como funciona o Internato no curso de Medicina no ParaguaiPostado: 13/10/2015


Uma pergunta sempre recorrente no meio dos futuros acadêmicos e procuras dentro de sites de busca na internet é: será que vale a pena fazer medicina no Paraguai? Dentro de tudo que já foi falado e demonstrado no nosso Blog, a procura por cursos de graduação e pós-graduação no país vizinho está cada vez mais frequente, principalmente pelo curso de medicina. Dentro dessas dúvidas está sobre o internato. Então hoje vamos explicar como funciona o Internato no curso de Medicina aqui no Paraguai.

Primeiro iremos explicar os motivos pelos quais a procura pelo curso de Medicina aqui no Paraguai vem aumentando cada vez mais, chegando a superar a procura pelo mesmo curso no Brasil.

Já é sabido que o principal motivo dessa procura são os valores das mensalidades. No Paraguai o valor da mensalidade chega a marca de mais de 80% mais barata com relação a países como o Brasil.

Outro motivo é a inexistência de vestibular. Isso mesmo, aqui no Paraguai o acadêmico não precisa prestar vestibular para poder estudar no curso de medicina. Existem algumas Universidades que possuem um curso de nivelamento, curso este que deve ser realizado para aqueles alunos que não possuem graduações na área da saúde, deixando desta maneira, todos em nível de igualdade em conhecimentos específicos.

Uma preocupação que surge aqui é, a qualidade do curso, assim como se ele é relativamente parecido nas especificações obrigatórias dos cursos de medicina, ainda mais para aqueles estrangeiros que desejam exercer a profissão no seu país de origem. Não sei em relação aos outros países, mas comparado ao Brasil, o curso de medicina do Paraguai possui as mesmas exigências tanto na grade curricular quanto na carga horária.

Leia: Grade Curricular e carga horária do curso de Medicina

Mas com relação a qualidade das ministrações das aulas assim como as instalações físicas das Universidades, uma boa dica é você, antes de realizar sua matricula, não se basear somente em comentários que você ouviu por ai, e tentar fazer uma visita em cada instituição, avaliando os pontos importantes como laboratórios, corpo docente etc… para depois você poder fazer a melhor escolha.

Esses dois são os principais critérios mais observados para concretizar a escolha pelo Paraguai quando o assunto é fazer Medicina, ainda mais somado ao fato de que o custo de vida no Paraguai é quase 70% mais baixo que no Brasil,  isso referindo-se à moradia, água, luz e transporte. Então fica evidente que fazer medicina aqui no Paraguai é economia na certa.

Outro ponto que sempre rola uma dúvida é o idioma que as aulas são ministradas, pelo fato de que no Paraguai o idioma oficial é o espanhol, as aulas são todas ministradas em espanhol, contudo você não precisa se preocupar com isso, pois os professores na maioria das vezes são bem compreensivos neste quesito, eles aceitam que os estrangeiros façam as provas e falem em português.

Mas não se engane se você ache que vai poder fazer isso até o final da faculdade, você tem o primeiro semestre para se acostumar com o idioma e começar a pegar o jeito de escrever em espanhol, pois a partir do 2° ano os professores já cobram a prova toda em espanhol. Mas isso não é motivo para pânico, pois com a convivência com a língua espanhola, vocês já se acostumam com o idioma e é meio que automático você aprender, então este não será um problema para quem quer estudar no Paraguai.

Os cursos de Medicina no Paraguai, assim como no Brasil tem a duração de 6 (seis) anos, você cursa 5 anos aprendendo todos os conteúdos específicos para se formar como clínico geral e no último ano você vai aplicar todo o conteúdo que aprendeu na prática, dentro de UBS (unidades básicas de saúde) ou Hospitais, isso que chamamos de Internato, em outras palavras é aqui que o estudante vai ter o contato real com a parte prática da Medicina.

O Internato é uma etapa obrigatória como um estágio de treinamento e tem que ter o acompanhamento de um docente e sempre sobre a supervisão direta de um médico residente, pois é ele quem avalia a desenvoltura do estudante interno.

Normalmente o internato tem que ter 35% da carga horária total do curso de medicina, motivo este que faz a carga horária variar de faculdade para faculdade. O período do internato é integral, neste caso é realizado no período da manhã e da tarde, tem vezes que a noite também se realiza atividades, que são os famosos plantões.

A carga horária semanal dura em torno de 40 horas, isso não significa que você fará o mesmo número de horas todos os dias, tem áreas da medicina que requer mais dedicação e toma mais tempo de manipulação. As áreas da medicina que são abrangidas no internato são: Clínica médica, Saúde Coletiva, Ginecologia-obstetrícia, Pediatria, Saúde Mental (psiquiatria) e Cirurgia. Agora se você faz um plantão daí você fica mais de 12 horas dentro do hospital, podendo ser até de madrugada, dependendo da sua escala de atendimento.

E como funciona a rotação entre os estagio e os plantões:

Você faz os estágios, que tem a duração menor, passado 5 dias de estágio você faz um plantão de 12 horas, que pode ocorrer no período diurno, vespertino e um pouco do noturno, mais pode também ocupar a madrugada. Sempre que há um plantão noturno você tira folga no outro dia, pois tem que ter um tempo mínimo entre um plantão e um estágio ou mesmo entre um plantão e outro, isso ocorre porque é comprovado que a pessoa perde a atenção e concentração depois de muitas horas sem sono, e ainda mais se tratando da vida dos outros é arriscado apostar né, então melhor não abusar.

Uma notícia não muito boa é a de que o internato, ou seja, os estágios e plantões, mesmo se tratando de um trabalho, não é remunerado, portanto você tem que estar preparado para arcar com custos de moradia, alimentação transporte etc, durante este período, pois é impossível de fazer até uns bicos para ver se rola uma graninha.

Outro fato importante é o de que você não consegue fazer o internato se você não tiver toda sua documentação em dia, ou seja, já tenha realizado sua naturalização no Paraguai e possua todos os documentos necessários para poder concluir o curso. Para tanto, não se preocupe com esta parte pois a CIM Consultoria realiza toda a documentação acadêmica necessária para você poder estudar com tranquilidade.

“Tá” esperando o que? Vem para o Paraguai e deixe a CIM ajudar a realizar o seu sonho.


Comentários

Facebook

WhatsApp chat